Organização da casa na mudança

Por Erica Fonseca
29/10/2013 @ 12:59

Depois de todas as providências para a mudança… Parece mentira, mas o caminhão está indo embora. Enfim, todos os móveis foram descarregados, cada item foi deixado no cômodo em que vai ficar, apesar de ainda “empacotado”, tudo já foi transferido para o novo lar. Chegou o momento das primeiras providências após a mudança, que serão de grande valia nessa nova etapa.

Casa limpa

Para evitar os primeiros desentendimentos na vizinhança, convém confirmar qual é o horário liberado para dispensar o lixo, já que a mudança costuma gerar um grande volume de jornal, plásticos e caixas de papelão a serem jogados fora.

Checagem prudente

Podemos começar checando se todos os contatos importantes foram avisados sobre o novo endereço. Certifique-se que avisou a mudança de endereço no banco, cartão de crédito, assinaturas de revistas, colégio/faculdade, academia etc.

Quem apagou a luz?

Evite imprevistos com as contas de consumo no novo lar. Verifique a data de vencimento e passe a titularidade para o seu nome de todas as contas de água, luz, gás, condomínio etc.

Lembrando o vizinho

Avise aquele seu antigo vizinho camarada que você já se mudou e deixe seus dados de contato com ele, assim, caso chegue alguma correspondência que já estava a caminho quando houve a alteração para o novo endereço, ou se ficou algum cadastro seu desavisado por aí.

Segure a onda

É inevitável aquela ansiedade de colocar tudo no lugar, ajeitar as coisas, deixar a casa nova com a sua cara, mas muita calma nessa hora! Contenha o ímpeto de dar “apenas uma marteladinha” tarde da noite, ou ligar a furadeira logo cedo. Lembre-se que os vizinhos estarão atentos à nova movimentação no local. É melhor evitar inimizades.

Começando a vida nova

Caso você ainda não tenha tido a oportunidade de conhecer o síndico e/ou zelador do novo prédio, ou até mesmo algum vizinho, recomendamos que você os procure, se apresente e deixe o seu telefone de contato. Além de ser gentil, nunca se sabe quando vamos precisar de ajuda, não é mesmo!?

Uma mão lava a outra

É bem provável que você precise pedir ajuda do síndico, zelador ou algum vizinho nesses primeiros dias. Pode ser que aquela entrega ou instalação de móveis ocorra bem no horário que você não está em casa, ou que seja necessário receber algum material ou profissional para reparos emergenciais decorrentes da mudança, enfim. Esteja preparado para agradecer e oferecer-se para retribuir essas pequenas gentilezas. E o faça.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.