Qual a diferença entre loft, flat, studio, kitnet e JK? Entenda!

Você sabe a diferença entre loft, flat, studio, kitnet e JK? Apesar de parecidos existem características que os fazem se diferenciar

Por Dayane Burgos
16/03/2017 @ 11:27

Com a crescente escassez de espaços livres e as mudanças do zoneamento urbano, especialmente nas grandes cidades, os engenheiros, arquitetos e construtoras estão, cada vez mais, buscando soluções criativas e funcionais para melhor utilizar os ambientes dos imóveis. Os imóveis mais compactos podem ser ideais para algumas pessoas, mas é preciso, antes de adquirir um deles, entender, por exemplo, a diferença entre loft, flat, studio, kitnet e Jk.

Dentro desse contexto, surgem novas alternativas e projetos modernos, com o intuito de tornar as propriedades mais adequadas à nova realidade do mercado imobiliário. Por isso mesmo, muitas palavras e termos acabam se tornando comuns no setor, embora poucas pessoas saibam o que elas realmente significam.

E você, sabe qual a diferença entre Loft, Flat, Studio, Kitnet e JK? Confira o conteúdo a seguir e entenda agora!

Loft

Os lofts são bem conhecidos do público brasileiro, especialmente pelas pessoas que gostam dos filmes e séries americanas. Isso ocorre porque esse tipo de imóvel surgiu nos Estados Unidos e na Europa nos anos 60 e 70 e se tornou uma grande tendência em diversas cidades, a partir da reciclagem de antigos edifícios comerciais que não atendiam mais às necessidades tecnológicas ou por conta de mudanças no zoneamento urbano.

Portanto, os lofts são majoritariamente oriundos de antigos galpões, depósitos ou armazéns em bairros industriais que foram se convergindo em residenciais. Geralmente, são apartamentos bem amplos e sem paredes dividindo o empreendimento, com instalações aparentes e, muitas vezes, agraciados com o pé-direito duplo típico de edificações usadas para estoques.

Atualmente, são vistos como sinônimo de modernidade e praticidade e seu grande diferencial é a versatilidade dos espaços. Características excelentes, como a presença de janelões, permitem uma ventilação adequada e um melhor aproveitamento da luz natural. Os tijolos aparentes também são muito utilizados na decoração desse tipo de propriedade, que de forma simples e ao mesmo tempo bem pensada, pode agregar estilo e atender a todos os tipos de inquilino.

Os ambientes compartilham um único espaço, mas o pé-direito alto permite a instalação de mezaninos. No piso de baixo, usualmente, fica a cozinha, sala de estar e jantar e o banheiro. Não existem divisórias e possíveis separações dos cômodos que são feitas pela mobília. No mezanino, geralmente, é instalada o dormitório ou uma suíte.

Flat

O flat, também chamado de apart-hotel, é um tipo de imóvel caracterizado pela disponibilidade de serviços de hotel, como recepção, lanchonete, lavanderia, segurança e limpeza, que são cobrados junto às taxas de condomínio. Além dessas facilidades, eles também contam com divisões específicas de sala, quarto, banheiro e até cozinha.

Os flats, em geral, privilegiem o bom fluxo dos moradores, que costumam contar com um padrão arquitetônico muito mais dinâmico, contemporâneo e moderno. Podem ser comprados para moradia permanente, mas o mais comum é vermos contratos de locação para estadia temporária por parte de empresários e profissionais liberais nas áreas centrais dos grandes centros urbanos.

Seu grande diferencial é esse sistema de conforto, segurança e comodidade similar a um hotel que os moradores têm à sua disposição.  É a alternativa perfeita para pessoas que não dispõem de tempo para a rotina de uma casa comum ou que não pretendem fixar moradia definitiva na cidade.

Studio

Studios são outro tipo de habitação bem populares em alguns países e essa terminologia está muito associada ao loft. Embora guardem semelhanças quanto à praticidade e ao conceito amplo, o studio apresenta mais divisões internas. O quarto, por exemplo, é delimitado por paredes.

No entanto, a cozinha americana é integrada à área social e o pé-direito costuma ser um pouco acima do padrão normal de apartamentos. Alguns contam com varanda. Os prédios de studios são muito interessantes e costumam disponibilizar uma série de facilidades para os moradores, o que permite que as plantas das unidades sejam mais dinâmicas.

Serviços como lavanderia e cafeteria são cobrados à parte, e a infraestrutura costuma incluir algumas áreas de lazer, como piscinas, saunas, salas de ginástica, salões de jogos, cozinha gourmet, bares, mini cinemas e até escritórios de home office. O público dos studios é majoritariamente composto por solteiros ou casais jovens de classes média e média alta, que querem juntar dinheiro.

Kitnet

Kitnets são outro tipo de imóvel bem popular no Brasil, especialmente nas grandes cidades. Com tamanhos que variam habitualmente entre 20 e 40 metros quadrados, geralmente são formadas por quarto, banheiro, sala e uma diminuta área de cozinha, integrada no estilo americano, com apenas uma bancada de divisória. O próprio nome explica o conceito, que deriva do inglês e quer dizer algo como “cozinha pequena”.

Em geral são menos requintadas e valorizadas do que as outras propriedades pequenas, mas esse quadro vem mudando com a modernização e organização adequada dessas unidades. Muitas vezes, podem ser encontradas em regiões centrais das grandes cidades, o que tem feito a procura aumentar. A estrutura simples é ideal para quem mora sozinho ou para jovens casais que não querem perder tempo na arrumação da casa ou nos congestionamentos para chegar ao trabalho, já que é fácil encontrar esse tipo de imóvel nos grandes centros e por um preço bacana.

JK

A unidades chamadas de JK certamente são as propriedades menos conhecidas dessa lista, mas nem por isso são menos importantes! Tendência do mercado imobiliário atual, esse pode ser o imóvel perfeito para quem quer economizar algum dinheiro na moradia. É composto apenas por dois ambientes: um cômodo único que une sala, quarto e cozinha, além de outro exclusivo para o banheiro.

Os apartamentos JK simplesmente não têm paredes e a única divisória é a da casa de banho. A lavanderia ou área de serviços, quando presentes, são integradas à compacta cozinha, que por sua vez só se separa da sala por um balcão ou uma mesa. Os móveis devem ser planejados e modulados para esse tipo de construção, sendo o imóvel ideal paraestudantes e jovens profissionais.    

E agora, deu para entender qual a diferença entre loft, flat, studio, kitnet e JK? Embora muito parecidas, cada uma tem suas peculiaridades, vantagens e são mais indicadas para um determinado público e, por isso, todos são grandes tendências do mercado imobiliário atual.

Gostou de conhecê-las? Ainda ficou com alguma dúvida? Pretende alugar ou comprar alguma? Conte para nós o que achou nos comentários!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.