Saiba como comprar um imóvel e qual tipo escolher

Por Dayane Burgos
23/03/2017 @ 11:37

Na primeira oportunidade de alcançar a independência financeira, boa parte dos jovens decidem dar um passo importante na vida: comprar um imóvel próprio. Na hora de encarar esse desafio, é comum que muitos enfrentem dificuldades para definir as condições de pagamento e escolher o tipo de moradia ideal para as necessidades futuras e momentâneas. Frente à diversidade de preferências, existe hoje um grande grupo de pessoas que opta pelas moradias que contêm espaços privados e compartilhados, mais conhecidos como edifícios de apartamentos.

De uma maneira geral, a principal vantagem dessa modalidade de moradia está na eficiência da segurança aliada à presença de infraestrutura completa para todos os tipos de família. O proprietário de um apartamento ainda pode dispor de uma infinidade de serviços no próprio local de moradia, o que proporciona mais praticidade e comodidade no dia a dia.

Por onde começar

A partir do momento que alguém decide investir em um bem de alto valor como um imóvel, precisa também estar ciente da grande responsabilidade envolvida no negócio. Independentemente da forma de aquisição escolhida, este é um processo que demanda muito planejamento e comprometimento do interessado.

Muitas vezes, é uma simples decisão que se refletirá por muitos anos na vida do comprador, especialmente, para aquele que não possui recursos de sobra para investir.

Para ajudá-lo a refletir melhor e se preparar para essa missão, listamos alguns passos que devem ser seguidos antes de partir para a prática de comprar um apartamento.

Discutir a possibilidade

Convencido de que o desejo de comprar um imóvel é sua prioridade no momento, você deve considerar a opinião de pessoas próximas sobre o assunto. Dialogar com amigos íntimos e familiares é uma boa maneira de abrir a mente para diversas possibilidades do negócio. Além disso, visões vindas de fora podem ajudá-lo a perceber possíveis problemas e riscos envolvidos na decisão.

Pensar nas necessidades

Após discutir bastante sobre o assunto, você passa da fase do simples desejo e começa a pensar nas suas reais necessidades. A partir daí, você precisa definir o que gostaria de encontrar em um apartamento para moradia. Qual a quantidade de quartos? Preciso de uma cozinha grande? Possuo carro para demandar um edifício com garagem? Simples questionamentos como esses são importantes e já servem de base para filtrar possibilidades.

Avaliar a renda

Um erro que muitos compradores cometem é partir para a pesquisa do apartamento ideal sem ter ideia da condição que possuem para arcar com o investimento. Como consequência, precisam desistir do negócio cheios de expectativas, porque o orçamento disponível sequer dá conta do pagamento.

Nesse sentido, a primeira coisa a se fazer é avaliar a renda e o montante dela que será destinado ao pagamento das parcelas do novo imóvel. Considerando que a maioria das pessoas não tem como comprar um apartamento à vista, é importante que se faça um levantamento do valor disponível para arcar com um possível empréstimo financeiro.

Pesquisar opções

Agora que você tem uma noção do orçamento atual, poderá iniciar a busca por apartamentos em diferentes meios. Nessa etapa, vale a pena analisar o máximo de opções na região onde pretende adquirir o imóvel. Procure em jornais, revistas e, principalmente, em portais imobiliários, visto que é possível agilizar ainda mais esta busca.

Hoje, é possível se beneficiar também da variedade de informações nos portais específicos para anúncios de imóveis na internet. Quanto mais apartamentos visualizar, maiores as chances de encontrar condições favoráveis e evitar decisões precipitadas.

Filtrar preferências

Depois de levantar uma lista de possibilidades, você já tem condições de filtrar os apartamentos preferidos para então avaliá-los mais de perto. Com acompanhamento de um profissional corretor, você deverá agendar visitas para observar cada detalhe do imóvel de perto e ter a certeza de que fez a escolha certa. Depois de todos esses passos você parte para a escolha do processo de pagamento do bem, que poderá ser feito de diferentes maneiras de acordo com a sua preferência e condição financeira atual.

Comprar novo, usado ou na planta?

Especialmente para quem enfrenta a missão de adquirir um imóvel pela primeira vez, a dúvida entre escolher um apartamento novo, usado ou na planta é bastante recorrente. Independentemente de preferências já formadas, é fato que cada uma dessas opções possui vantagens e desvantagens e que, portanto, devem ser analisadas com cautela antes de qualquer decisão. Confira as características básicas de cada condição e faça sua escolha com mais tranquilidade!

Apartamento novo

A principal vantagem de comprar um apartamento novo e já pronto é a garantia de contar com uma moradia de primeira qualidade, com todos os seus elementos em perfeitas condições de uso. Nessa opção, você ainda tem a possibilidade de financiar 100% do valor do imóvel. O ponto negativo fica para o preço do bem, já que costuma ser mais caro do que quando foi lançado na planta e também quando comparado com um modelo usado.

Apartamento usado

Diferente das novas construções, um apartamento usado costuma ter um preço mais baixo e bastante atrativo para compradores. O ponto negativo é que esse modelo de compra não permite financiar 100% do valor do imóvel. Além disso, a má condição geralmente encontrada em imóveis usados pode demandar diversos reparos para que se tornem adequados às necessidades dos novos proprietários.

Muitas vezes, esses problemas não compensam a economia inicial, porque geram outros tipos de despesa com reformas. Não bastasse esse risco, o valor de venda de um apartamento usado costuma ser bem menor no mercado, portanto, todo cuidado é pouco na hora de fazer a relação custo-benefício do negócio.

Apartamento na planta

Um apartamento adquirido na planta costuma ter um preço mais baixo do que os imóveis prontos para morar, especialmente, quando financiados ainda no período de lançamento. Nessa fase, muitas construtoras costumam oferecer descontos para quem compra o projeto na planta, o que torna a opção mais vantajosa para quem pretende apostar no imóvel como um investimento. Em uma possível venda, o proprietário poderá obter bons lucros com a valorização futura do bem.

A desvantagem, nesse caso, é a espera necessária para usufruir do espaço do empreendimento. Dependendo da empresa responsável pela construção do empreendimento, o período aguardado para a entrega das chaves pode exceder o prometido e gerar dores de cabeça ao comprador. Nesse sentido, vale dar uma boa pesquisada sobre a reputação da construtora para verificar se ela cumpre os prazos e satisfaz seus clientes.

Agora que você já conheceu algumas dicas de como dar início à aquisição de um novo lar e entendeu a diferença entre os determinados tipos de domicílios, veja o que mais se encaixa em seu perfil. Caso queira receber mais notícias sobre o mercado de imóveis, assine a nossa newsletter e fique por dentro dos assuntos sobre imóveis.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.