Preço do aluguel é o mais baixo dos últimos dois anos

Levantamento setorial do VivaReal mostra que o preço do aluguel caiu 11,3% em comparação a 2014. Confira os valores do m² das principais cidades no Brasil

Por Jaime Mitchell
25/10/2016 @ 18:21

Quem está pensando em alugar encontrará o mercado de locação com valores mais baixos. O preço do metro quadrado para aluguel caiu 11,3% no Brasil em comparação com 2014 e ficou em R$ 24,19 em setembro deste ano. O VivaReal acompanha os valores de venda e locação do m² de imóveis nas principais cidades do País baseado em mais de 2 milhões de anúncios na plataforma. Das 30 cidades analisadas, o preço do aluguel caiu em 21. Já em comparação com o mesmo período do ano passado, a desvalorização foi de 5,6%.

Em setembro, o valor de venda cresceu 0,5% de 2014 para 2016, saindo de R$ R$ 4.844 para 4.868. No mesmo período de 2015, quando o preço estava em R$ 4.865, para esse ano, a valorização foi de 0,1%. Das cidades que o VivaReal acompanha, 25 apresentaram aumento no preço do m². As três que mais valorizaram para venda foram Curitiba, Vila Velha e Florianópolis. Natal, Niterói e Rio de Janeiro tiveram as maiores queda nos preços. Já para aluguel, os maiores crescimentos de preços foram em Florianópolis, Natal e Guarulhos. Osasco, João Pessoa e Rio de Janeiro foram as maiores desvalorizações no preço do aluguel.

Preço do aluguel no Brasil

Veja abaixo os gráficos de cada região do Brasil com os valores do m² das 30 cidades para aluguel.

Preço do aluguel da Região Sudeste

Na região Sudeste, o preço do aluguel diminuiu em Santos, Barueri, São Paulo, Ribeirão Preto, São Bernardo do Campo, Campinas, São José dos Campos, Sorocaba, Niterói, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro e Osasco no comparativo entre setembro de 2015 com o mesmo mês desse ano.

Preço do aluguel da Região Nordeste

Na região Nordeste, o valor do aluguel sofreu desvalorização em Fortaleza, Salvador e João Pessoa de setembro do ano passado para setembro de 2016.

Preço do aluguel da Região Sul

Londrina, Porto Alegre e Joinville tiveram as maiores desvalorizações na região Sul no comparativo entre setembro de 2015 e desse ano.

Preço do aluguel da Região Centro-Oeste

Tanto Brasília quanto Goiânia desvalorizaram quando comparados ao mês de setembro do ano passado.

Bairros mais procurados

O VivaReal também monitora quais são os bairros mais procurados pelos interessados em comprar ou alugar um imóvel. No mês de setembro, em relação à venda, cinco bairros de São Paulo, três do Rio de Janeiro, um de Recife e um de Salvador ocupam a lista. São eles, em ordem de preferência na hora da busca: Vila Mariana (São Paulo), Barra da Tijuca (Rio de Janeiro), Tatuapé (São Paulo), Campo Grande (Rio de Janeiro), Recreio dos Bandeirantes (Rio de Janeiro), Ipiranga (São Paulo), Boa Viagem (Recife), Pituba (Salvador), Bela Vista (São Paulo) e Saúde (São Paulo).

A maior parte dos bairros que estão na lista de venda aparecem novamente no ranking de mais buscados para aluguel. São eles: Vila Mariana (São Paulo), Bela Vista (São Paulo), Pinheiros (São Paulo), Barra da Tijuca (Rio de Janeiro), Boa Viagem (Recife), Tatuapé (São Paulo), Moema (São Paulo), Recreio dos Bandeirantes (Rio de Janeiro), Mooca (São Paulo) e Butantã (São Paulo).

Os bairros com o valor mais elevado do m² para venda do Brasil se dividem entre São Paulo e Rio de Janeiro. Estão na lista Leblon (R$ 22.250 – Rio de Janeiro), Ipanema (R$ 20.518,36 – Rio de Janeiro), Lagoa (R$ 17.045,45 – Rio de Janeiro), Gávea (R$ 16.190,48 – Rio de Janeiro), Vila Nova Conceição (R$ 16.076,92 – São Paulo), Jardim Botânico (R$ 15.750,00 – Rio de Janeiro), Jardim Europa ( R$ 15.197,57 – São Paulo), Urca (R$ 13.978,49 – Rio de Janeiro), Jardim Luzitânia (R$ 13.333,33), Humaitá (R$ 13.200,00 – Rio de Janeiro).

Que imóvel o brasileiro procura?

Em setembro, a maior parte dos interessados em comprar uma casa ou apartamento (39%) procurou um imóvel no valor de R$ 171 a R$ 350 mil. A maioria das pessoas (44%) querem dois quartos no imóvel. O tamanho mais procurado é entre 51 a 100 m². Dos imóveis ofertados, 28% são entre R$ 171 a R$ 350 mil. Casas e apartamentos de 2 quartos correspondem a 35% da oferta e 42% deles têm entre 51 a 100 m².

Em relação ao interesse por venda ou locação, em setembro, 55% dos brasileiros buscavam imóveis para comprar e 45% para alugar. Em julho e agosto esse número era 56% e 44%. A demanda por aluguel ultrapassou a de compra há um ano e foi superada pela de venda fevereiro de 2016.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.