Voltar para a lista de publicações

Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

5 tendências do SXSW para o mercado imobiliário

Confira o que o SXSW, maior evento de tecnologia e inovação do mundo, apresentou de novidades para os segmentos de imóveis e construção

  • Postado em 5 de abril de 2018
  • Destaque, Publicações
  • O South by Southwest (SXSW) é um festival norte-americano dedicado ao cinema, música e inovação. Considerado um dos maiores do mundo nesses segmentos, o evento promove uma série de palestras que mostram tendências com grande potencial de transformar diversos mercados, entre eles o de imóveis. 

    O Grupo ZAP Viva Real esteve presente no SXSW deste ano. De uma lista de 12 grandes tendências separadas pelos próprios curadores do festival, cinco despontaram como aquelas com maior capacidade de mudar o mercado imobiliário. Além disso, o evento  traz exemplos de empresas que já estão aplicando as novidades no seu dia a dia e o resultado que estão conquistando. Confira!

    5 tendências do SXSW para o mercado imobiliário

    5 tendências do SXSW

    1 – Inteligência artificial

    A Inteligência artificial despontou como tendência há cinco anos, mas voltou fortemente. Por quê? Atualmente ela é mais atrativa por oferecer dados que podem ser traduzidos de maneira a tornar mais certeiras as decisões tomadas pelas empresas. Para o CEO do Google, Sundar Pichai, “inteligência artificial é uma das coisas mais importantes em que a humanidade está trabalhando. É mais profundo que, eu não sei, a eletricidade ou o fogo”.

    Para o mercado imobiliário e da construção, a inteligência artificial pode facilitar na hora de sugerir a planta de um imóvel ou até mesmo o local da construção. Como exemplo de aplicação dessa inovação no mundo da construção, a ferramenta Smartvid.io usa de prevê se um acidente pode acontecer durante uma obra. Ela avalia, por meio de escaneamento de imagens com o smartphones, se há riscos na construção.

    2 – Realidade aumentada

    Quando se fala em realidade aumentada, as pessoas costumam lembrar de algo bem básico: os efeitos em 3D. Esta tecnologia, porém, vai muito além disso. O SXSW mostrou exemplos de empresas que já aplicam a realidade aumentada. O uso dessa inovação no dia a dia  traz resultados surpreendentes. A empresa Bose apresentou no festival o seu óculos de realidade aumentada, que utiliza de sons para indicar para as pessoas para onde devem olhar.

    Uma boa aplicação dessa tecnologia é na fábrica da Boeing. A quantidade de erros na linha de montagem chegou a zero após os profissionais da empresa usarem pela segunda vez a realidade aumentada na fabricação. O gráfico abaixo mostra a média de erros na primeira e na segunda vez após treinamentos feitos com computador, tablet e realidade aumentada.

    Gráfico de realidade aumentada na Boeing

    Além de evitar falhas, no gráfico da direita é possível perceber a redução de tempo que a empresa gasta em treinamentos. Para a indústria da construção e o mercado imobiliário, é possível ter mais ganhos em tempo e eficiência. No Brasil, a linha de montagem da Renault já faz uso de realidade aumentada.

    3 – Blockchain

    O blockchain é uma inovação que muita gente relaciona aos bitcoins, as criptomoedas (ou moedas virtuais) que fizeram sucesso nos últimos anos por conta da alta valorização (e rápida desvalorização também). Algumas empresas do mercado imobiliário – inclusive no Brasil – têm aceitado bitcoins como forma de pagamento na compra de um imóvel.

    O blockchain é como um grande livro-razão (no qual se registra a contabilidade de uma empresa), mas descentralizado e compartilhado por uma rede de computadores. Esse acesso à informação por várias pessoas no mundo é uma das características que torna a inovação difícil de ser fraudada. É justamente por se apresentar como uma solução segura para transações que o blockchain tem despontado como uma inovação para as transações financeiras de diversos segmentos.

    Aplicando no mercado imobiliário, o blockchain pode facilitar com contratos de venda e aluguel. Existe a possibilidade dos documentos serem assinados sem a intermediação de terceiros, por exemplo.

    4 – Cidades na linha da frente

    Os carros influenciarão mais uma vez a estrutura das cidades no futuro. Com a promessa dos veículos autônomos (que, em teoria, dirigem sozinho) o espaço das cidades será repensado. Em uma apresentação do SXSW, a líder de UX Designer da Uber, Molly Nix falou sobre como os carros autônomos vão moldar os espaços urbanos. Confira alguns dados sobre carros:

    • Em algumas cidades, 20% das áreas são dedicadas a carros e nós não os usamos em 96% do nosso tempo;
    • Existem quatro vagas de garagem para cada carro nos Estados Unidos.

    Com os carros autônomos, as cidades teriam mais espaços para o mercado imobiliário.

    5 – Startups na era das grandes empresas – Google, Facebook, Amazon e Apple

    O SXSW mostrou que há muito espaço para a indústria da construção se reinventar com o uso da tecnologia, abrindo oportunidades para novas empresas. Em um levantamento da McKinsey com mais de 22 setores do mercado, a construção ficou na frente apenas do segmento de Agricultura e Caça no que diz respeito à inovação. Confira no gráfico abaixo.

    A construção e o mercado imobiliário não podem esperar que as grandes empresas resolvam seus problemas. Estes segmentos podem incentivar por si só investir em tecnologia.

    Você acompanha as tendências que podem impactar o mercado imobiliário? Aplica as novidades no dia a dia? Compartilha suas experiências nos comentários!

    Comentários

    comentários


    Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

    Veja também no VivaCorretor

    • Social
    VivaReal

    O VivaCorretor é uma iniciativa do Portal Imobiliário VivaReal