Voltar para a lista de publicações

Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

E-mail marketing: 4 dicas para vender imóveis com a estratégia

Você utiliza e-mail marketing nas suas estratégias digitais? Confira 4 dicas para vender imóveis com a técnica

  • Postado em 26 de março de 2018
  • Destaque, Publicações
  • Ninguém resiste a uma pesquisa na internet na hora de pensar em comprar qualquer tipo de produto. No caso dos imóveis isso não é diferente. A tecnologia vem modificando a maneira como as pessoas buscam seus futuros lares. Em um cenário como este, nós corretores de imóveis temos um grande desafio para entender as melhores formas de impactar os clientes ideais. O e-mail marketing é uma das estratégias que vem sendo considerada para vender imóveis.

     

    Pensando nisso, vamos conhecer algumas dicas de como usar o e-mail marketing em nosso dia a dia:

     

    01 – Construa uma base de e-mails

     

    Neste momento, é preciso lembrar daqueles clientes que já realizaram qualquer tipo de contato conosco, os que foram indicados por outros compradores ou contatos que foram criados por meio de eventos imobiliários ou outras ocasiões.

     

    Se temos o e-mail dessas pessoas, certamente as mesmas já demonstraram interesse voltado ao mercado imobiliário em algum momento. De nada adianta criarmos bons e-mails se a nossa base for “aleatória” e desqualificada. Também é importante atualizar constantemente a base e ter o cuidado de excluir as pessoas que pediram para ser descadastradas.

     

    02 – O “assunto” é o carro-chefe

     

    Antes de abrir e entender o conteúdo do e-mail, os clientes recebem-os em sua caixa de entrada. Sendo assim, qual a única coisa que pode chamar a atenção dele e fazer com que eles se interessem em “nos ouvir”? Isso mesmo: o assunto!

     

    Funciona como uma vitrine da campanha e deve ser bem elaborado para ser efetivo. Por isso, vale atentar-se em alguns pontos:

    Teste diversos formatos e títulos – para entender o que dá mais certo entre os títulos que construir, vale utilizarmos o famoso “teste A/B”. Isso possibilitará a avaliação sobre cada variável.  

     

    O que é um teste A/B – para quem não sabe, o teste A/B é uma maneira de enviar duas mensagens que queiram passar a mesma informação, mas com formatos diferentes. No caso dos títulos, podemos enviar para metade de uma base uma frase e para outra parte um título diferente. Com isso, é possível avaliar os números de abertura e ver qual performa melhor.

     

    Nome do cliente – incluir o nome do cliente pode gerar uma proximidade maior entre emissor e receptor. Por isso, sempre que possível, devemos utilizar ferramentas de disparo de e-mails que contam com esse tipo de facilidade.

     

    Você tem uma linha para persuadir! – o assunto é a grande porta de entrada para a consideração da pessoa que está recebendo o e-mail. Por isso, é preciso ser breve e objetivo para atrair o olhar dentre tantos e-mails.

     

    03 – Acompanha os resultados

     

    A melhor maneira para entender se alguma estratégia está, de fato, funcionando, é analisando e acompanhando seus resultados. Com o e-mail marketing não é diferente. Por isso, antes de iniciar o disparo dos e-mails, é preciso escolher e apontar as métricas e metas para a avaliação de um bom desempenho.

     

    Conheça alguns exemplos para se atentar:

     

    Taxa de cliques: também conhecido em inglês com o termo “click-through-rate”, esta métrica corresponde ao número de pessoas que clicaram nos links contidos no e-mail. É como comparar o percentual de cliques em cada peça em relação ao número de e-mails enviados.

     

    Taxa de abertura: conhecido também como unique open-rate, este número informa basicamente a quantidade de pessoas que abriram o e-mail, ou seja o número de visualizações em relação a quantidade de e-mails enviados.

     

    Retorno sobre investimento (ROI): a sigla corresponde ao termo, em inglês, “Return On Investment” e serve para calcular o quanto de dinheiro foi ganho por meio do que foi gasto com a estratégia adotada.

     

    04 – Envie para os clientes certo

     

    Não basta bombardear a caixa de entrada do seu cliente com e-mails de campanhas e não mostrar o valor que o retorno dele possui pra você. Por isso, entenda o estágio do funil de vendas em que cada grupo de cliente está e passe a segmentar os disparos de e-mail de acordo com o momento de compra que determinado grupo está.

     

    Se usado da maneira correta, o e-mail marketing pode ser uma ótima ferramenta para relacionar-se com os clientes. Por isso, siga as dicas e utilize a estratégia ao favor dos negócios.

     

    E você, já usa e-mail marketing no seu dia a dia? Conte para nós como é a sua interação com os clientes.

     

    Comentários

    comentários


    Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

    Veja também no VivaCorretor

    • Social
    VivaReal

    O VivaCorretor é uma iniciativa do Portal Imobiliário VivaReal