Como investir em Fundos Imobiliários? Parte 1

14/10/2013 @ 13:27

No post anterior, falamos sobre o que são os Fundos Imobiliários, quais as características e vantagens deste investimento.

Hoje, falaremos sobre como investir nestes fundos, quais os riscos e erros mais comuns na hora de investir.

Ao decidir realizar um investimento, seja ele de qualquer espécie, é importante entender bem quais são os seus objetivos e quando pretende utilizar o recurso investido novamente.

Com estas informações, será possível tomar a decisão correta sobre o melhor investimento para você.

E falando dos Fundos Imobiliários (FII´s), quem é que pode investir?

Todos podem investir! Se você quer investir no setor imobiliário, mas não tem condições de adquirir imóveis físicos, saiba que ao investir nos FII´s não precisa de muito dinheiro. Alguns fundos foram lançados com investimento mínimo de R$ 1.000,00. E, após o lançamento do fundo, ele fica disponível para negociação no mercado secundário, e então você pode negociar as cotas dos fundos, sem um valor mínimo. É de fato um investimento bastante acessível.

Os fundos podem ser de três tipos:

a) Fundos que investem em imóveis para administrar e alugar, com o rendimento dos cotistas atrelado aos aluguéis cobrados;
b) Fundos que investem em empreendimentos em construção. Neste caso, os cotistas são rentabilizados na hora da venda do imóvel;
c) Fundos nos quais o gestor seleciona as alternativas de investimentos no mercado de imóveis, inclusive em outros FII´s. A rentabilidade dos cotistas é o resultado da administração do gestor dos recursos.

Além disso, o cotista pode se beneficiar com a valorização das cotas. Lembrando sempre que, para se desfazer do investimento, o cotista pode vender suas cotas à terceiros, no mercado secundário.

E como investir?

Primeiro você deve abrir uma conta em uma corretora de sua confiança, pois através dos sistemas de negociação das corretoras é que você fará a aquisição das cotas.

Depois, você deve escolher um fundo para fazer a compra.

E aí, vão algumas dicas:

1) Informe-se sobre o administrador do fundo, sua reputação, experiência e qualificação, afinal, ele é quem irá decidir onde o fundo vai investir;
2) Conheça detalhadamente a política de investimento adotada e veja se ela está de acordo com seus objetivos;
3) Leia o prospecto e o regulamento do fundo para entender como funciona o investimento;
4) Exija relatórios para acompanhar os resultados do investimento;
5) Pergunte quais são as taxas de administração dos fundos;
6) Fique atento ao mercado: como qualquer outro investimento, os FII´s estão sujeitos aos ricos de mercado como alterações macroeconômicas e políticas, queda no preço dos imóveis e redução de taxas de ocupação.

A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) é o órgão regulador do mercado. No site da CVM, você irá encontrar também todas as informações necessárias sobre os fundos. Caso tenha dúvidas, peça ajuda aos especialistas ou analistas da corretora que você escolheu. Assim, fica mais fácil esclarecer suas dúvidas.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.