Voltar para a lista de publicações

Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

O que já mudou no mercado imobiliário com a expansão do marketing digital

O marketing hoje começa no mundo online. Veja quais principais mudanças trazidas por essa revolução digital no marketing imobiliário na visão de Jarvier Ortiz do Mitula Group.

  • Postado em 29 de outubro de 2018
  • Marketing
  • Sair da mídia offline para o mercado digital é ainda resistência para algumas pessoas, não só do mercado imobiliário, mas também de outros setores. As pessoas que tiveram a visão de enxergar fora da caixa, ajudaram a moldar o mundo que vivemos hoje. São exemplos disso empresas ainda consideradas novas: Google, Amazon, Apple, Netflix, Spotify, etc.

    O que todas possuem em comum é que seus líderes foram disruptivos e viram oportunidade num setor que todo mundo ainda se sentia inseguro. Hoje, são os que comandam o mercado global em seu setor. O CEO da Amazon saiu de um vendedor de livros em 1999 para virar o homem mais rico do mundo em 2017, onde já soma mais de 78 bilhões de dólares em vendas, por exemplo.

    Transformação


    Transformação é algo que acontece rápido ou devagar. Às vezes não é fácil de ser visualizada ou ninguém diz a você. Transformação pode ser algo inesperado. Pode mudar a forma de consumir conteúdo (Spotify / Netflix) ou pode mudar a forma de se hospedar ou de se mover na cidade (Airbnb / Uber).

    Sem dúvida, essa transformação já começou. A forma de vender imóveis está cada vez mais digital. Entre 2012 e 2016 foram investidos 5,6 bilhões de dólares em empresas focadas em transformação para o mercado imobiliário, especializadas em oferecer diferentes serviços no segmento.

    São várias empresas que receberam incentivo. Muito além daquelas que trabalham diretamente para a indústria imobiliária, muitas são para ajudar o consumidor, ajudar as transações do mercado, auxiliar nas movimentações entre o comprador: quem vende e os intermediários, os agentes, etc. Assim como também os outros mercados agregados: construção, financiamento, hipoteca, etc.

    Todos eles são chamados de “setor proptech”. E esses tipos de investimento só tendem a crescer de forma ainda mais acelerada nos próximos anos. Afinal, mercado imobiliário é literalmente uma mina de ouro. Esse mercado está avaliado em 228 trilhões de dólares em todo o mundo. Vale mais do que a soma do PIB de todos os países. É o maior mercado mundial.

    Tudo isso faz parte de uma grande transformação que ainda está acontecendo e que todos precisam acompanhar.

    marketing-digital


    Inovação

    O mundo inteiro está reinventando a forma de olhar para o mercado imobiliário. E uma das coisas que todos esses novos negócios têm em comum é tornar o mercado de aluguel e vendas o mais simples e satisfatório possível.

    Essa nova indústria precisa ser prática. O mercado imobiliário de hoje é muito além do que já foi um dia. Hoje, essas empresas disruptivas enxergam cada situação como problemas reais, pessoas, necessidades e sonhos que cada um possui. Eles tentam conectar esses sonhos com o mercado para criar o futuro.

    E essas inovações só acontecem porque o mercado muda constantemente. Existe uma nova realidade tecnológica e a sociedade, em todos os seus setores, está se adaptando a ela. Esse novo mundo trouxe internet, mídias sociais, pagamentos online e uma diversificação enorme na economia.

    Por isso, empresas intituladas como proptech e fintech estão cada vez mais comuns. São comandadas por pessoas que entendem que essa inovação é necessária e estão procurando ver isso como uma oportunidade. E, consequentemente, são também as que mais crescem.

    marketing-digital


    Intermediação


    Dados, pesquisa, informação, previsão de preços, inteligência artificial, plataformas que permitem o aumento do financiamento ou contratação de hipoteca… Tudo isso influencia diretamente em como o mercado atua hoje. Se não trabalha com alguma dessas plataformas é basicamente um sinal de que você já está fora do mercado.

    Hoje, vemos um mercado imobiliário oferecendo imagens por drones, imóveis facilitando a vida do morador por meio da internet das coisas, vemos a realidade virtual inovando a experiência de visita ao imóvel, e o marketing digital reinventando a forma de chegar no interessado.

    É preciso perceber que antes, o agente era a parte central, a mídia tradicional era o primeiro passo, e os portais eram quase inexistentes. Em nossa realidade, a internet tem uma grande parte do negócio: google, mídias sociais, portais imobiliários, sites… Todos são acessórios para chegar no mesmo objetivo: aluguel ou venda. Sabendo usar sabiamente as novas funcionalidades, é possível ir muito mais longe do que qualquer outros com os meios tradicionais já chegaram.

    marketing-digital
    Todos que integram o mercado imobiliário precisam fazer parte dessa transformação digital para não ficar de fora. É preciso se manter informado, e não deixar de investir tempo e dinheiro para conhecer essas plataformas – ou até mesmo, criar a sua própria. Agora é o momento para inovar e não ter medo de falhar. Cada erro, cada experimento, serve para te levar adiante.

    Trabalhe o máximo possível, agregue maior valor ao cliente, invista em conhecimento e aprenda marketing digital. Seja o especialista na sua área. E, acima de tudo, acompanhe o ritmo da geração millennials. Eles são os clientes do futuro e possuem uma visão diferente do que o mercado tradicional está acostumado. E também serão 75% do mercado em 2025.

    Por isso, hoje é preciso evitar a negação desse futuro que já chegou. Porque só sobrevive e prospera quem se adapta.

     

    Insights da palestra do Jarvier Ortiz do “Mitula Group” apresentado no Conecta Imobi 2018.


    E você? Como sente essa transição do mercado tradicional para o digital? Compartilha um pouco com a gente nos comentários.

    Comentários

    comentários


    Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

    Veja também no VivaCorretor

    • Social
    VivaReal

    O VivaCorretor é uma iniciativa do Portal Imobiliário VivaReal