Voltar para a lista de publicações

Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

Quem paga a comissão do corretor de imóveis na permuta?

Compra, venda e permuta são definições jurídicas diferentes. Todo corretor sabe o que cobrar na compra e venda. Mas será que sabe como negociar seus honorários na permuta?

  • Postado em 21 de novembro de 2018
  • Destaque, Geral
  • O corretor não precisa só saber negociar valores de imóveis, é de fundamental importância que ele também saiba o quanto cobrar e como calcular sua comissão.

    Isso é fácil de fazer numa típica transação de compra e venda. Mas o que acontece quando trata-se de uma permuta?  

    Permuta X Compra e venda

    Primeiramente, é importante saber o que diferencia cada transação.

    A permuta, sem se prender a termos muito técnicos, quer dizer troca, escambo. É quando, por exemplo, você troca um carro pelo outro, um terreno por um escritório, uma casa por um apartamento, etc.

    Por outro lado, se há a necessidade de completar o valor com dinheiro, então a transação já se caracteriza como compra e venda. Situações que você trocou de carro por um mais novo, mas seu velho serviu como entrada ou se um imóvel antigo está servindo de parte do valor para um novo são alguns exemplos. Se é preciso completar com dinheiro, sempre será compra e venda, então atente-se na hora de fazer a negociação.

    Negociação

    Negociar uma permuta é sempre um desafio. Sempre vai haver aquele proprietário que quer valorizar seu imóvel além do outro em troca e transformar tudo numa compra e venda. Para que a permuta se caracterize, não pode haver contraprestação entre as partes.

    É aqui que entra a importância do acordo escrito. Via de regra, contratos são exigidos nas transações imobiliárias. E na permuta não é diferente: o contrato deve conter todas as informações que os proprietários acordaram.

    É por isso que a intermediação é tão importante neste processo. O difícil papel do corretor aqui é mostrar que ambas as partes estão fazendo um bom negócio. Se todo mundo sair satisfeito dessa transação, você atingiu seu objetivo.

    Honorários

    O que confunde muitos corretores é o fato da permuta envolver (normalmente) dois imóveis. Não há figura do comprador e do vendedor, é uma troca. Então, como estipular o valor?

    Normalmente, os CRECIs têm tabelas para esses assuntos e o entendimento é o mesmo: será cobrada o valor sobre a venda de cada imóvel, sendo responsabilidade de cada proprietário pagar sua parte.

    Mas, e se forem mais de 2 imóveis?” A regra permanece a mesma: o valor do honorário do corretor é calculado baseado em cada imóvel.

    A vida do corretor é cheia de desafios, principalmente nas situações em que fogem da sua zona de conforto. Não é tão comum encontrar situações de permuta, mas, sem dúvidas, é algo que vale a pena, não só pelo fato da comissão advir de mais de um imóvel, mas também para mostrar sua capacidade profissional de negociação e mediação. Só bons profissionais conseguem passar por todo processo de maneira satisfatória. Por isso, se a oportunidade surgir, não hesite e mostre que você é um deles!

    E você, já fez alguma permuta antes? Como foi essa negociação para você? Compartilhe com a gente nos comentários.

    Comentários

    comentários


    Receba as melhores dicas e novidades por e-mail

    Veja também no VivaCorretor

    • Social
    VivaReal

    O VivaCorretor é uma iniciativa do Portal Imobiliário VivaReal