Casa para alugar na Mooca: more em um bairro tranquilo

Encontre uma casa para alugar na Mooca e more em um bairro tranquilo, mesmo próximo a um centro urbano

Por Dayane Burgos
06/07/2017 @ 13:41

A região onde se encontra o atual bairro da Mooca era habitada por índios, mas em 1556 os padres chegaram e estabeleceram ali o Arraial de Nicolau Barreto, que futuramente se transformaria em um dos bairros mais tradicionais e emblemáticos de São Paulo. Agora, é um dos lugares mais procurados para morar. Que tal uma casa para alugar na Mooca?

Reduto de famílias descendentes de italianos, o bairro é predominantemente residencial. Ainda guarda como lembrança as antigas indústrias, que foram construídas e mantidas pelos imigrantes. Alguns deles deram origem a espaços para eventos, novos residenciais e estabelecimentos comerciais que servem de suporte para os moradores.

Mesmo próximo ao centro da maior cidade do continente, o bairro da Mooca mantém um ar muito tranquilo e familiar. Vamos explorar esse tradicional reduto paulistano? Continue a leitura e saiba mais sobre a Mooca.

História do bairro: dos índios aos imigrantes italianos

Depois que os padres estabeleceram o Arraial de Nicolau Barreto, a região serviu de passagem para os bandeirantes e jesuítas que seguiam ou vinham do litoral. Ali, ergueu-se uma ponte sobre o Rio Tamanduateí, que na época dividia os índios dos colonizadores.

No fim do século XIX, houve o aumento da produção e comercialização do café. Com a abolição da escravatura, os imigrantes chegavam aos montes no Porto de Santos para trabalhar nas lavouras. Nessa época, iniciava-se a industrialização de São Paulo.

Em meados de 1900, a Mooca formava, junto com o Bixiga, o Brás e o Bom Retiro, um grupo de bairros industriais. Em torno deles, os funcionários construíram suas casas — os donos das indústrias preferiam, na época, morar na região da Avenida Paulista

Moóca atual: lazer e serviços para os moradores

Atualmente, a Mooca é habitada pelos mooquenses, paulistanos nascidos no bairro e que são, em sua maioria, descendentes dos migrantes e imigrantes que ajudaram a fundar e construir o bairro. Tradicionalmente, é o pessoal que chega no boteco pedindo, com um jeitão italiano, “um chopps e dois pastel”.

Mesmo sendo um bairro, em sua maioria, residencial, a Mooca conta com uma diversidade de opções de lazer, serviço e diversão para dar suporte aos moradores — que não precisam se deslocar às outras regiões para ter suas necessidades atendidas.

Aos finais de semana, há no bairro um passeio que leva os visitantes ao passado. Uma maria-fumaça, fabricada em 1922, percorre três quilômetros de trilhos até uma antiga vila ferroviária. Em Junho, esse local serve de palco para o Arraial nos Trilhos.

A região também tem o seu próprio centro de compras, o Mooca Plaza Shopping. Ele conta com cinema, grandes lojas, serviços e restaurantes — inclusive o tradicional Hocca Bar, do Mercadão, que serve o clássico sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau.

Pelas ruas do bairro, é possível encontrar endereços tradicionais da gastronomia paulistana. O Don Carlini, em funcionamento desde 1985, é uma cantina italiana que tem em seu cardápio o espaguete à carbonara e a perna de cabrito marinada em vinho tinto.

Se preferir degustar uma cerveja artesanal e pedir uma tábua de frios, o Cateto recebe bem os seus convidados em um lugar discreto e intimista. Já se a sua preferência é por uma pizza, é possível escolher entre a Antonietta, a Pizzaria do Angelo, a São Pedro e muitas outras.

Faltou alguma coisa? A padaria! O bairro da Mooca conta com diversas opções, como a Praça dos Pães, a Bella Mooca, a Maria Luíza e a Monte Líbano — além de outras. Todas contam com a estrutura preferida dos paulistanos: espaço para tomar café da manhã, pedir um pão na chapa quentinho e um expresso.

Aproveitando que estamos falando sobre comer — um dos programas preferidos dos moradores de São Paulo — você tem ainda outras opções, que combinam com todos os paladares: comida oriental (Yamazaki Sushi), hamburgueria (Cadillac Burger), culinária árabe (Zio Pasquale) e frutos do mar (Oca do Peixe).

Para se exercitar, o bairro conta com praças com equipamentos ao ar livre, o Parque da Sabesp, academias e até um centro de patinação. Se você for fã de esporte, ali se encontra um dos clubes mais antigos da cidade: o Atlético Juventus, fundado em 1924.

Já quem é amante de história e deseja saber mais sobre os próprios antepassados, há como opção o Museu da Imigração. Localizado na Rua Visconde de Parnaíba, ele oferece a oportunidade de refletir e compreender todo o processo migratório de milhares de pessoas que, em seus tempos, ajudaram a construir a história.

São inúmeras as opções que proporcionam o conforto de ter tudo pertinho.

Casa para alugar na Mooca: e a infraestrutura?

Depois de ter lido um pouco da história do bairro e conhecer suas opções de lazer, diversão e serviço, ainda precisamos conversar um pouco mais sobre a Mooca — mais precisamente a questão da infraestrutura.

Apesar da crescente verticalização, o bairro preserva uma enorme quantidade de casas residenciais — algumas para alugar. Muitos dos serviços que citamos no tópico anterior podem ser acessados a pé. As ruas são tranquilas, arborizadas e sem aquele caos típico do trânsito paulistano.

O deslocamento para os outros bairros da capital, inclusive o centro, pode ser feito por meio de trem (a Mooca tem a sua própria estação, homônima), ônibus (existe um corredor na principal avenida do bairro), táxi, Uber, carro particular ou bicicleta.

Para ir até as outras regiões, basta pegar uma das grandes avenidas que margeiam a Mocca, como a Avenida do Estado, a Luís Inácio de Anhaia Melo, a Salim Farah Maluf e a Alcântara Machado.

Mesmo próximo do centro, a Mooca mantém um ar de tranquilidade — característico das cidades interioranas. O morador do bairro tem ao seu dispor todos os serviços necessários, sem que haja a necessidade de se deslocar frequentemente aos outros bairros da capital.

Trata-se de um lugar muito acolhedor, alegre e apaixonante. Em 2007, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, foi o bairro eleito como o melhor para se morar em São Paulo.

Talvez seja por isso que lá se costuma dizer: “quem nasce na Mooca dali não sai, no máximo, muda de quarteirão”.

Gostou do que leu sobre esse tradicional bairro paulistano? Entre em contato com a gente e vejas as opções de casa para alugar na Mooca.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Todos os comentários estão sujeitos a aprovação, para evitar que qualquer conteúdo impróprio, ilegal ou ofensivo seja publicado. O preenchimento do Nome e E-mail são obrigatórios.