Comprovante de residência

Comprovante de residência: como usá-lo na compra do imóvel?

Viva Real Publicado em 04/12/2023
Tempo de leitura 6 min

O comprovante de residência é um dos documentos básicos para esse passo significativo na vida de uma pessoa, que é a compra de um imóvel, seja ele casa ou apartamento.

Assim como mais diversos outros documentos, o comprovante residencial é fundamental para que seja concluída, de forma assertiva, a transação imobiliária, trazendo segurança para ambas as partes envolvidas no contrato.

Ele é responsável por fornecer evidências concretas de que o comprador tem um local de residência que é estável e confiável, sendo ativamente usado por bancos, imobiliárias e demais instituições que fazem esses trâmites.

Quer tirar suas dúvidas sobre o tema e saber quais tipos de comprovante são considerados válidos? O Viva Real ajuda você!

Separamos um guia com tudo sobre esse assunto que vai ser o direcionamento perfeito para você dar entrada no seu novo imóvel.

Acompanhe até o final e boa leitura!

Quer saber como preencher um contrato de locação? Confira nosso artigo especial sobre o tema.

O que é um comprovante de residência?

O comprovante de residência é o documento responsável por comprovar que o endereço informado é verídico, ou seja, que ele existe e está sendo ocupado por um morador.

No caso da sua função em compra de imóveis, ele atesta o endereço onde o comprador reside e determina se é uma residência alugada ou fixa.

Com o comprovante, a pessoa interessada na aquisição do imóvel consegue fazer um cadastro e abrir contas em bancos, que exigem essa documentação para evitar fraudes.

Quais os tipos de comprovantes de residência válidos?

Comprovante de residência tipos

Além de comprovar o endereço, esse documento avalia a estabilidade financeira do interessado no imóvel e traz muito mais garantias para o vendedor.

No entanto, não existem tipos específicos de comprovantes de residência para esse processo: é importante apenas que eles tenham, no máximo, três meses de emissão da data em que serão entregues à instituição responsável pela análise.

Confira exemplos de documentos que podem ser utilizados para a comprovação do endereço:

Contas de consumo

As contas que representam consumo de serviços essenciais para o funcionamento doméstico são o tipo mais comum de comprovantes de residência.

Entre elas, destacamos:

  • condomínio;
  • conta de luz;
  • conta de água.

Faturas mensais

Outra forma de comprovar a sua residência é por meio da fatura de prestação de serviços variados e que chegam no seu endereço.

São exemplos:

  • internet;
  • conta de celular;
  • plano de saúde.

Extratos bancários atualizados

Ainda, documentos que comprovam transações bancárias também podem ser aceitos como comprovante de residência na maioria dos processos de aquisição de imóveis.

Confira abaixo exemplos dessa documentação:

  • fatura de cartão de crédito;
  • extratos de empréstimos e investimentos;
  • demonstrativo de conta-corrente e poupança.

Declarações emitidas por órgãos governamentais competentes

Documentos gerados por órgãos públicos diversos também podem funcionar como comprovantes de residência e serem incorporados no pedido de compra do imóvel.

Alguns exemplos são:

  • multas de trânsito;
  • cobrança de IPTU;
  • Certificado do Licenciamento de Veículos;
  • contracheque emitido por órgãos públicos.

Como emitir um comprovante de residência?

Comprovante de residência como emitir

Agora que você já sabe quais são os principais documentos aceitos numa transação imobiliária, vamos entender melhor como emitir um comprovante.

Você pode apresentar à instituição responsável pelo trâmite a versão impressa ou original desses documentos quando forem contas de consumo, sem a necessidade de autenticação.

Principalmente quando forem apresentados documentos de caráter único, como a rescisão de um contrato de trabalho por exemplo, certifique-se de manter sempre a via original com você.

É importante reunir esses documentos logo no início do processo, de forma organizada e concisa, evitando falhas durante a transação e agilizando a conclusão da mesma.

Quais informações devem constar no comprovante de residência?

Justamente para atestar a veracidade dos itens apresentados pelo comprador do imóvel, o comprovante deve apresentar dados básicos, completos e legíveis, para ser considerado válido.

São elas:

  • RG;
  • CPF;
  • endereço.

Isso vale, inclusive, para documentos que estejam no nome de terceiros.

É importante destacar que os dados presentes devem estar atualizados, e que coincidam com todas as informações relatadas durante a transação imobiliária.

Ainda, é comum que as instituições bancárias envolvidas solicitem documentos adicionais para confirmar a autenticidade do comprovante — se isso acontecer no seu processo, fique tranquilo!

Costuma ser parte do protocolo de venda de imóveis a verificação detalhada desses documentos, principalmente quando estão envolvidos empréstimos para a aquisição do bem.

Não tenho comprovante de residência, o que fazer?

Se você não possui nenhum tipo de comprovante residencial ou nenhum no seu endereço, é possível usar formas alternativas de atestá-lo.

Uma delas é a apresentação de uma declaração que comprove a sua residência: preenchida a próprio punho, assinada e reconhecida em cartório.

Como elaborar uma declaração de comprovante de residência?

Como citamos acima, se o interessado na compra do imóvel não tiver nenhum comprovante em seu nome, a declaração de residência permite que o processo siga sem problemas para todas as partes envolvidas.

Na elaboração deste documento não é necessário seguir nenhum padrão de informações: elas precisam, apenas, estar de forma objetiva, declarando todos os dados pessoais do proprietário e respectivo inquilino.

Também é possível usar esse documento no nome de algum parente próximo, obrigatoriamente de primeiro grau: pais, irmãos e avós são bons exemplos.

Viver o sonho da casa nova está a um clique de distância! Confira os imóveis disponíveis para compra aqui no site do Viva Real.

Quer encontrar e financiar o seu apartamento? Conheça o Viva Real!

Agora você sabe que o comprovante de residência desempenha um papel vital na compra de um imóvel, para trazer mais confiança e segurança para compradores e vendedores envolvidos no processo.

Seguindo os passos corretos, a transação imobiliária ocorre com sucesso e você realiza o sonho da casa própria!

Viva Real ajuda você com esse processo: seja na busca de uma casa ou de um apartamento, temos milhares de opções para você pesquisar de acordo com as necessidades da sua família, confira nossos imóveis em todo o Brasil!

Para mais dicas e informações como esta, acesse o blog do Viva Real e fique sempre atualizado de nossos conteúdos!