#

Que tal aderir ao consórcio imobiliário?

# Viva Real Publicado em 03/08/2022
Tempo de leitura 5 min

Se você já ouviu falar em consórcio imobiliário, mas ainda não entende como ele funciona, preste atenção. A depender da sua realidade, ele pode ser uma boa forma de comprar o seu imóvel de forma parcelada, sem entrada e sem juros. 

O que é consórcio?

Sabia que o consórcio é uma invenção brasileira? Ele foi criado no início da década de 1960, em Brasília, e ajudou a alavancar a indústria automobilística no Brasil. À época, o acesso ao crédito era difícil e poucas pessoas conseguiam adquirir veículos.

Sendo assim, um grupo de funcionários do Banco do Brasil teve a ideia de se juntar para comprar um Fusca. Todo mês, cada um pagava uma cota para comprar uma unidade, que era sorteada entre eles. Ao final, cada um possuía um carro. Nascia ali o consórcio, que se aperfeiçoou e, hoje, é regulamentado pelo Banco Central.  

Então, o que é consórcio imobiliário? É um sistema de compra coletiva em que um grupo de pessoas interessadas em um tipo de bem se organiza para pagar parcelas mensais por determinado período. O dinheiro vai para um fundo e, todo mês, integrantes do grupo são sorteados para receber o valor do crédito e comprar o bem.

O mercado de consórcios

Inicialmente criado para a compra de automóveis, o consórcio também pode ser usado para aquisição de máquinas agrícolas, eletrodomésticos, equipamentos eletrônicos e até serviços de saúde e educação. Com a alta dos juros nos financiamentos, também tem crescido a procura pelo consórcio de imóveis.

Em 2021, o número de consorciados ativos no Brasil bateu recorde histórico, ultrapassando 8 milhões. Isso representou um crescimento de 6,9% em relação a 2020, de acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac).

Imagem de uma pessoa segurando uma miniatura de casa e uma chave

Por que o consórcio não tem entrada nem juros?

Por não se tratar de um tipo de empréstimo, ao contrário de um financiamento, por exemplo, esse tipo de compra coletiva não inclui juros nem entrada no cálculo das parcelas. Essa maneira como funciona o consórcio imobiliário é uma das maiores vantagens dele.

O cálculo da parcela no consórcio imobiliário inclui apenas o valor da cota do bem (o fundo comum) acrescida da taxa da administradora, que pode ser um banco ou uma empresa especializada em consórcios. É importante pesquisar essas taxas para entender qual é o melhor consórcio de imóveis para você.

Também é comum o acréscimo do fundo de reserva, que garante a saúde financeira do fundo, evitando calotes. Normalmente, em caso de sobra, esse valor é devolvido ao final do consórcio. Também é opcional o pagamento do seguro, em caso de morte ou invalidez durante o consórcio imobiliário.

Como funciona a carta de crédito 

Na hora da contratação, você já escolhe o valor da sua carta de crédito imobiliário. Para um crédito de R$ 80 mil, por exemplo, a taxa de administração gira em torno de 20% e o fundo de reserva, 2%. Assim, cada parcela pode variar de R$ 500 a R$ 540 mensais, por um período de 15 a 20 anos, a depender da administradora. 

Quando você for sorteado, os R$ 80 mil são liberados para a compra do imóvel, após a aprovação da análise de crédito, por isso é importante manter o nome limpo. No consórcio imobiliário, quem vende o imóvel e vai receber a carta de crédito também precisa estar sem restrições para a transação ser aprovada.

Para entender como funciona a carta de crédito imobiliário, uma informação importante: ela pode ser usada tanto para comprar um imóvel como para quitar um financiamento existente. Ainda é possível usá-la para imóveis novos e usados, residenciais, comerciais, na planta, terrenos ou construções e reformas.

O que são os lances do consórcio? 

A partir do momento que faz parte de um grupo de consórcio imobiliário, você precisa acompanhar as assembleias mensais promovidas pela administradora. Nelas, ocorrem os sorteios das cartas de crédito e a avaliação dos lances que definem os contemplados de cada mês.

Os lances são valores que você paga a mais para antecipar a quitação das suas parcelas e aumentar as chances de ser contemplado na assembleia. Em muitos grupos, você pode até usar uma parte do crédito para oferecer o lance, mesmo sem ter o dinheiro à vista.

Mesmo com todas as facilidades, é importante entender que você pode receber sua carta de crédito somente ao final do tempo do seu consórcio imobiliário, ou seja, após 15 ou 20 anos. Por isso, principalmente se você paga aluguel, avalie se a sua renda é compatível com as duas despesas ou se prefere um financiamento

Escolha o seu imóvel na Viva Real

Você analisou todas as possibilidades e decidiu que o consórcio imobiliário vale a pena para seu caso? Então, comece agora a pesquisar o imóvel dos seus sonhos para saber quanto será a carta de crédito necessária.

Na Viva Real, você encontra todas as opções de terrenos, apartamentos, casas e imóveis comerciais, nas melhores localizações em todas as regiões do Brasil. Utilize nossas ferramentas avançadas de busca para encontrar o imóvel ideal para você.